Alteração de Contraste: Inserir ContrasteRemover Contraste  Aumento do Texto: Clique aqui para aumentar o textoClique aqui para aumentar o texto
Seja bem-vindo ao Sindicato dos Metalúrgicos de Salto
Receba nossos informativos!

Notícias do Sindicato

FEM-CUT/SP dá início a mais uma Plenária Estatutária

Começou na manhã desta quinta-feira, 30, a Plenária Estatutária da Federação dos Sindicatos de Metalúrgicos da CUT São Paulo, a FEM-CUT/SP. A plenária, prevista em estatuto, deve ser realizada na metade do mandato para avaliar e debater os próximos passos da direção.

“A plenária é representativa, estamos com delegados de 14 sindicatos filiados à FEM-CUT/SP e também das oposições de Sertãozinho, São José dos Campos e Limeira”, afirmou Luiz Carlos da Silva Dias, o Luizão, presidente da FEM-CUT/SP.

Durante a mesa de abertura, Kelly Galhardo, dirigente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos, relembrou as dificuldades que foram impostas aos trabalhadores/as desde a concretização do golpe. “A campanha salarial de 2016 foi dura e em 2017 o que vimos foi a tentativa de desmonte dos direitos trabalhistas, e nós resistimos, construímos uma convenção que protege o trabalhador e a trabalhadora da retirada de direitos”, Kelly.

Paulo Cayres, presidente da Confederação Nacional dos Metalúrgicos, a CNM/CUT, ressaltou a importância de resistirmos. “Eu prefiro sempre destacar nossas vitórias, o que temos que relembrar deste ano é a nossa resistência, a Greve Geral de 28 de Abril, que foi a maior da história, o recuo dos golpistas em relação a reforma da previdência, que não nos satisfaz e por isso seguiremos resistindo e construindo a possibilidade de parar o Brasil em 5 de dezembro”, destacou Paulão.

A atividade segue durante o dia de hoje e tem o objetivo de aprovar um plano de lutas para o próximo período.

Fonte: FEM/CUT

Não há mais fotos cadastradas para essa notícia

Créditos: KR Comunicação Integrada